Como as tecnologias exponenciais estão contribuindo no processo de Manutenção?

Como as tecnologias exponenciais estão contribuindo no processo de Manutenção?

Fique atento, Peter Diamandis, cofundador da Singularity University, no Vale do Silício afirma:

“Meu trabalho é despertar as pessoas para as transformações cada vez mais rápidas que a tecnologia exponencial está impondo – e não só nos negócios de todos. É um processo que em pouco tempo vai mudar até mesmo a nossa compreensão do que é o ser humano”.

Aliado a isso, a indústria 4.0 apresenta as tecnologias exponenciais aplicadas à automação e troca de dados, empregando conceitos de sistemas ciber-físicos, redes, internet das coisas e inteligência artificial.

Nesse cenário de alta tecnologia, muitos profissionais de Manutenção já iniciaram sua caminhada rumo ao aprimoramento de seus conhecimentos e práticas nas matérias de computação em nuvem, realidade aumentada, big data, simulações, manufatura aditiva, robôs autônomos, sistemas integrados com o objetivo de identificar como essas tecnologias irão contribuir em seu dia-a-dia.

A seguir, algumas aplicações dessas tecnologias na Manutenção.

 

1.    MANUFATURA ADITIVA (AM) – IMPRESSORA 3D

Muitas vezes, o que previne a ineficiência no funcionamento dos equipamentos é a substituição de uma peça, porém, se o item não existe no almoxarifado de manutenção e ou o fornecedor demora para entregá-lo, podemos extrapolar o lead-time.

Uma solução para adequar os custos e suprir a demanda de peças de reposição ou descontinuadas é a impressão 3D, de forma temporária ou definitiva.

Algumas empresas já estão utilizando com sucesso essa solução para impressão de protótipos e ou peças de reposição. Outras, já iniciaram estudos de viabilidade para adotar essa prática.

Até porque essa tecnologia de impressão, ou seja, impressoras, softwares de impressão e materiais utilizados vem sendo aperfeiçoados de forma exponencial.

 

 

2.    INTERNET DAS COISAS, REDES SEM FIO DE SENSORES E COLETA AUTOMATIZADA DE DADOS, BIG DATA

Atualmente, algumas das informações de manutenção deixaram de ser recolhidas manualmente e tornaram-se mais confiáveis quando provenientes de diferentes tipos de sensores (vibração, acústicos e térmicos) conectados aos equipamentos e a seus componentes críticos.

A captura, análise e gerenciamento das informações coletadas pelo monitoramento dos ativos é fundamental para tomada de decisão, ações de melhoria e aumento da confiabilidade.

Assim, destaca-se a relevância de obter informações, tratar e analisar um enorme volume e variedade de dados de forma sistematizada.

Da mesma maneira, através da velocidade potencializada pelos sistemas integrados e algoritmos sofisticados será possível extrair o máximo de valor e veracidade das informações geradas para aumento da disponibilidade dos ativos.

 

3.    REALIDADE AUMENTADA E REALIDADE VIRTUAL

Trata-se do fornecimento de instruções remotas para realização de intervenções, desenvolvimento de habilidades e treinamentos dos profissionais de manutenção.

Os treinamentos podem ser realizados por meio da integração entre apresentações visuais pré-gravadas do ambiente real onde o equipamento e ou componente está instalado e as informações virtuais juntamente com as orientações para que o profissional execute virtualmente a manutenção.

Esse tipo de treinamento é altamente atrativo e produtivo, pois a medida em que os equipamentos e máquinas industriais ficam mais complexos, da mesma forma, crescem as dificuldades e os custos para detectar, resolver problemas e reparar falhas.

É certo que a exponencialidade das tecnologias faz com que os ativos físicos tenham uma capacidade ampliada pela “inteligência artificial” e conexão com uma gama maior de sistemas permitindo que o próprio equipamento sinalize onde e como realizar a sua manutenção, inclusive programando sua automanutenção.

Outro aspecto importante é que os dados de manutenção processados e armazenados em nuvem contribuem de forma significativa para a qualidade e confiabilidade do planejamento, execução, controle e melhorias dos serviços fornecidos pela Manutenção aos seus clientes.

 

Dicas GÊNESIS para o Gestor:

Fique atento aos 6D´s das Tecnologias Exponenciais de Peter Diamandis:

  • Digitalização: A manutenção física irá se tornar totalmente digital?
  • Decepção: A digitalização na Manutenção já iniciou? Para você isso é perceptível?
  • Disrupção: A inovação contribuirá para que Manutenção deixe de existir na forma que conhecemos?
  • Desmonetização: A Manutenção será executada com baixo custo ou de graça?
  • Desmaterialização: A Manutenção será desmaterializada?
  • Democratização:  A Manutenção será acessível a todos?

Autores: Mara Rejane Fernandes e Moisés Fernandes Dias

Participe do Seminário Gaúcho da Manutenção 2020 – Manutenção como Protagonista

SAIBA MAIS