Manutenção e o Kaizen

Manutenção e o Kaizen

O termo KAIZEN se origina no Sistema Toyota de Produção, onde KAI significa MUDAR e o ZEN significa PARA MELHOR, logo a expressão melhoria contínua se fortalece.

Essa metodologia une a filosofia, os sistemas e as ferramentas de solução de problemas para melhoria gradual e contínua do que está sendo feito, inclusive mudar e melhorar as estratégias, os processos de trabalho e os ativos físicos.

Para tanto é indispensável capacitação, colaboração e envolvimento de todas as pessoas de uma organização a fim de identificar os problemas e propor soluções adequadas para eliminar os gaps´s que impedem a eficiência produtiva.

Um aspecto importante é que o Kaizen envolve criatividade e inovação bem conduzidas, ou seja, a base da melhoria contínua aparece a partir de ideias ou sugestões fundamentadas na capacidade humana de criar, produzir e inventar coisas novas bem como no fazer alguma coisa como nunca foi feita antes.

O foco é implantar ações de melhoramento das estratégias, processos e resultados, priorizando a produtividade, qualidade, segurança, confiabilidade, custos e a entrega ao cliente.

O Kaizen é um instrumento democrático baseado no trabalho padronizado, permitindo reduzir os custos e aprimorar a aplicação dos recursos disponíveis com habilidade.  Deste modo, o primeiro passo é criar um padrão, o segundo é segui-lo e o terceiro é melhorá-lo de forma continuada.

Os padrões devem ser criados pelas pessoas que realizam o trabalho e devem ser dinâmicos, por isso, obrigatoriamente precisam ser revisitados, avaliados e aprimorados. É indicado na elaboração do padrão seguir os seguintes critérios:

    • Clareza – fácil entendimento para todos, específico, capturar o conhecimento, representar a realidade, descrever com exatidão o método: como, onde, o que.
    • Consenso – quem vai usar o padrão tem de estar de acordo com ele, então o padrão precisa representar a prática mais eficaz, conhecida e utilizada.

Para a efetividade do Kaizen na manutenção é necessário determinar o local certo para que a melhoria gere resultado e impacto positivo, priorizar e focar os esforços a serem realizados por uma equipe com o apoio da liderança.

A melhoria contínua na manutenção deve ser um objetivo de todos os membros da organização porque também diz respeito à produtividade, performance, qualidade, segurança e inovação. Isso abrange:

    • Aumentar a disponibilidade, performance e confiabilidade dos ativos;
    • Melhorar a produtividade da manutenção e agilidade nas intervenções;
    • Eliminar atrasos devido à indisponibilidade de peças e materiais;
    • Eliminar as falhas nos ativos e reduzir a indisponibilidade;
    • Controlar contratos de serviços, locação e garantia dos ativos;
    • Gerenciar a efetividade dos planos de manutenção.

A Gestão à vista do Kaizen é uma importante ferramenta de comunicação para apresentar de forma simples e objetiva as informações que estimulam os profissionais a aplicar a melhoria contínua no seu dia a dia no ambiente de manutenção.

Por isso, dispõe as principais ações implementadas com o antes e depois da situação, bem como seus benefícios e resultado financeiro. Por exemplo:

    • Problema: dificuldade de encontrar as ferramentas para execução das atividades corretivas;
    • Solução/Plano de Ação: Criar quadro de ferramentas;
    • Resultado: Ferramentas organizadas com fácil acesso e agilidade na intervenção.

Desse modo, o controle visual facilita o acesso e o compartilhamento de informações relevantes para os envolvidos nesse processo, contribuindo para a melhoria em nível sistêmico do ambiente de trabalho e o relacionamento pessoal e profissional. Igualmente pode ser utilizado para notificar os próximos Kaizen.

Lembre-se, o combustível que faz com que o Kaizen se desenvolva são as pessoas, consequentemente, é fundamental ensinar e incentivar as pessoas a encontrar soluções para os problemas identificados. E, quando falamos de problemas, estamos nos referindo aos desvios de um padrão ou de um objetivo estabelecido que exige correção ou de uma oportunidade de melhoria.

Cabe destacar, o grupo de melhoria é constituído por profissionais de diferentes áreas, variados conhecimentos e práticas que se complementam, utilizam ferramentas de análise e solução de problemas.

Geralmente, os profissionais da manutenção participam entusiasticamente de Kaizen em outras áreas, por exemplo, na produção e qualidade, porém, pouco utilizam a metodologia e/ou convidam outras áreas para participar do Kaizen na Manutenção.

Tenha em mente, o Kaizen impulsiona a melhoria das estratégias, serviços e processos, por consequência isso reflete no aumento da competitividade da empresa por meio do protagonismo da manutenção.

Portanto, o Kaizen incide na eliminação de desperdícios e caracteriza-se por uma vontade permanente de realizar mudanças duradouras que melhoram o dia a dia da manutenção. Isso reflete na mudança de atitude e no comprometimento dos profissionais porque estabelece uma forma mais segura, ágil e eficaz de executar suas atividades.

Ainda, é importante destacar que todos os membros da equipe de manutenção podem contribuir com sugestões que poderão se transformar em melhorias das práticas, processos robustos e equipamentos confiáveis.

Portanto, a Perfeição na Manutenção é a Excelência (excelência=hábito).

Para alcançar a excelência, gestores e equipe de manutenção devem colaborar (trabalhar juntos) na gestão de riscos, na manutenção baseada na condição e no tempo, no aumento da disponibilidade (mantenabilidade, confiabilidade proatividade), no controle sob os modos de falha, no desenvolvimento das pessoas, na construção da sistemática de análise de falha, tudo em prol da melhoria contínua.

 

Dica Gênesis para o Gestor:

Fique ligado, certamente o problema tem que ser resolvido, a falha reincidente e os desperdícios eliminados, porém tenha em mente que nem todas as sugestões serão aceitas porque antes de serem implementadas precisam ser analisadas em termos de viabilidade técnica e financeira por uma equipe multidisciplinar e responsável.

Além disso, será essencial compreender as etapas para aplicação do Kaizen:

  • Identificação da oportunidade de melhoria;
  • Mapeamento do processo atual;
  • Desenvolvimento de uma solução;
  • Implementação da Melhoria (formação equipe, aplicação das mudanças,
  • Análise dos resultados (indicadores e acompanhamento continuo);
  • Criação de um padrão;
  • Planejamento dos próximos passos, revisão e assimilação das lições aprendidas.

 

Autores: Mara Rejane Fernandes e Moisés Fernandes Dias