Qual a meta da Manutenção para 2020?

Qual a meta da Manutenção para 2020?

Com certeza, você já elaborou seu plano de ações estratégicas e definiu suas metas para 2020.

Segundo Vicente Falconi “Sua meta é ser o melhor do mundo naquilo que você faz. Não existem alternativas. ”

Então, para ser melhor naquilo que fazemos na manutenção, é fundamental planejamento, organização, liderança, execução e controle. Além disso, o gestor precisa compreender que estratégia, estrutura, comunicação, cultura, sistemas e processos são os pontos chave da gestão bem como o apoio e a capacitação técnica e comportamental de sua equipe.

Para que sejamos assertivos na execução do plano de ações e na superação de metas que impactem positivamente nos resultados da manutenção e da organização, devemos considerar os direcionadores da estratégia de manutenção.

Os direcionadores são as principais ações que o gestor e a equipe de manutenção devem analisar para identificar os gaps´s (tudo que não agrega valor para o cliente), a fim de aumentar a disponibilidade e garantir a qualidade, segurança e produtividade.

A seguir, os Top 10 Direcionadores da Estratégia da Manutenção:

  1. GERENCIAMENTO DOS RESULTADOS DA MANUTENÇÃO

    • O ativo deve gerar valor para o negócio com a garantia do equilíbrio entre desempenho, custo e risco.

O foco é a manutenção orientada para o resultado.

 

  1. ESTRUTURA DA MANUTENÇÃO

    • Os elementos essenciais são: organograma da manutenção; funções e atribuições; entregas e canais de comunicação; desenvolvimento e treinamento.

O foco são as diretrizes de mantenabilidade, confiabilidade e a proatividade.

 

  1. REESTRUTURAÇÃO DO PCM

    • Planejamento: Criação dos planos para otimizar os recursos a fim de executar o trabalho;
    • Programação: Determinação do pessoal, dia e hora para execução dos trabalhos;
    • Controle: Acompanhar e analisar os resultados obtidos na execução dos trabalhos;
    • Melhorias: Traçar ações de melhoria para os trabalhos futuros.

O foco a produtividade, segurança e qualidade nos serviços executados.

 

  1. ADEQUAÇÃO DOS TAG’S E MODO DE FALHA

    • Árvore Estrutural: Identificação do TAG; Estrutura do Equipamento; Peças Sobressalentes
    • FCA: Fato – Sintoma – Problema; Causa – Causa – Causa; Ação – Solução – Intervenção

O foco é a criação de um histórico confiável para tomada de decisão.

 

  1. REVISÃO DA CRITICIDADE DOS EQUIPAMENTOS

    • Levar em consideração os critérios de: segurança e meio ambiente; qualidade e rendimento de material; frequência de quebras; condição de trabalho; mantenabilidade; perdas ocasionais.

O foco é estabelecer critérios essenciais para identificar os equipamentos críticos. 

 

  1. REVISÃO DOS PLANOS DE MANUTENÇÃO

    • Histórico em ação: Lubrificação; Preventiva; Inspeção de Rota; Preditiva; Programada e Melhoria.

O foco é avaliar quais planos agregam valor e otimizá-los.

 

  1. REVITALIZAÇÃO DO 5S NAS OFICINAS

    • Para melhorar o ambiente de trabalho, reduzir o custo, identificar e eliminar os desperdícios, com a finalidade de tornar o local de trabalho bem organizado, contribuindo para que os colaboradores realizem suas funções com rapidez e eficiência.

O foco é aumentar a produtividade e garantir a segurança.

 

  1. EQUIPE DE MANUTENÇÃO DE ALTA PERFORMANCE

    • Desenvolvimento da equipe de manutenção fundamentado nas perspectivas: propósito e comprometimento; mindset e estratégia; responsabilidade e autonomia; controle e confiança; infraestrutura e recursos; excelência e satisfação do cliente.

O foco é entregar serviços de alto valor agregado.

 

  1. GERENCIAMENTO DA INFORMAÇÃO

    • Dados: registro de uma ocorrência ou situação;
    • Informação: dados analisados, dotados de relevância e propósito;
    • Conhecimento: informação valiosa para tomada de decisão;
    • Ação: conhecimento aplicado para melhoria.

O foco é garantir a assertividade na tomada de decisões.

 

  1. TRATAMENTO DAS  FALHAS  – CAUSA RAIZ

    • Definição de Gatilho;
    • Equipe Multidisciplinar;
    • Gerenciamento Análise de Falha;
    • Histórico de Intervenção;
    • Compreensão da origem da falha;
    • Validação das ações;
    • Lições aprendidas.

O foco é identificar e eliminar a causa raiz da falha de forma definitiva.

 

Portanto, é imprescindível alinhar o planejamento das estratégias da manutenção aos objetivos organizacionais, ter clareza do propósito e da estrutura de negócio da manutenção, comunicar e engajar a equipe de manutenção, compreender a situação atual da manutenção, direcionar a energia e os recursos em pontos estratégicos da manutenção, acompanhar e celebrar as conquistas.

 

Dicas GÊNESIS para o Gestor:

PLANEJAMENTO  é:

    • Definir os objetivos: Para onde queremos ir?
    • Identificar situação atual: Onde estamos agora?
    • Verificar as premissas em relação ao futuro: O que temos pela frente?
    • Examinar as alternativas de ação: Quais os caminhos possíveis?
    • Determinar a melhor alternativa: Qual o melhor caminho?
    • Implementar o plano escolhido e avaliar os resultados: Como iremos percorrê-lo?

 

Aproveitamos a oportunidade para desejar um Abençoado Natal junto aos que você ama e um 2020 repleto de realizações e sucessos profissionais e pessoais.

Autores: Mara Rejane Fernandes e Moisés Fernandes Dias